Petista Marco Maia desafia decisão do STF, que determinou a cassação de mensaleiros, e cita série de projetos que limitam poderes da mais alta corte

Enquanto Supremo reafirma seu papel de guardião da Constituição, Celso de Mello foi, sim, coerente com seu voto de 1995. Informamos também que Se insistir no jogo perigoso, Marco Maia pode ser expulso