BTEK painel controle

Hoje, quarta-feira 9 de junho de 2010 inaugura-se em Bilbau no parque Tecnológico de Biscaia BTEK, o centro primeiro de interpretação tecnológica do País Basco e um projeto pioneiro em Europa a nível de integração de tecnologias.

BTEK destaca por ser um edifício que controla-se com ajuda duma aplicação desde iPad ou iPhone integramente. Expressado, pode-se de maneira gráfica desde qualquer lugar do mundo “acender” o edifício e toda infraestrutura que conte e premir “botão”.

BTEK constituir uma instalação pioneira, 100% sustentáveis a nível europeu, integrado, automatizado e virtualizada, em 3D e com um controle do estado instantâneo dos todos recursos.

Eneko Elorriaga, diretor de projetos da empresa Erabi tecnologia Audiovisual que é o responsável da integração e automatização do este projeto assegura, que todas infraestruturas do edifício BTEK como: dispositivos, iluminação tradicional, iluminação LED, reproductores de video, computadores, telas de plasma sistemas de som, aclimatização, etc, são integrado com uma interface única que permitir um sofisticado automatização e comunicado digitalmente.

Por exemplo, a geração de energias por parte dos painéis solares da tampa do edifício, o consumo eléctrico real e a diferença entre ambos monitoriza-se através de interface, o que assegura um gestões melhores energéticas do edifício.

A interface é padrona e pode gerir-se desde lowcost iPad, iPhone, iPod ou smartphones com Android, o sistema operativo de Google para dispositivos móvéis, ao mesmo tempo que é facilmente substituível.

Tem implantado mantenimento preditivo, Erabi fornece a infraestrutura, o canal e a interface o estado das equipas que mostra, sem necessidade em remoto, por o que podemos resolver as incidências antecipado-nos à falha, o cliente tenha de que para dar parte, e. Tudo estas prestações podem-se realizar desde qualquer parte do mundo, via 3G, Wifi ou Ethernet.

Desenvolvimento do projeto

Tecnologia Audiovisual levar a cabo uma investigação exaustiva seus componentes e complexidades técnicas do edifício depois estudar o projeto presentar pela fundação Elhuyar, responsável do Museología e o Museografía de BTEK, Erabi, para desenhar as soluções óptimas de integração que modelou numa proposta gráfica através de planos e simulações em 3D. Uma vez aprovado a proposta os trabalhos de engenharia para a integração dos todos sistemas desenvolveram-se.

Erabi tem-se côordenado nos demais projetos como, enforme com os demais entidades participantes em BTEK, infraestruturas nível de interiorismo a qualquer momento ativo, multimédias, acústicas, contidas, tem tomado parte em que

Os impulsores do projeto são o governo basco, o parque Tecnológico de Biscaia, a confederação dos colégios públicos do País Basco, a corporação tecnológica Tecnalia e a fundação Elhuyar.

BTEK também conta com o apoio da universidade do País Basco, o ministério da educação e ciência.

Artigos Relacionados: